Testemunhos de uma guerra

Atualizado: Jun 26


#PraCegoVer [FOTOGRAFIA]: Foto em preto e branco de uma criança com uma tiara na cabeça, olhando através de um buraco de tiro em uma vidraça. Fotografía de Jesús Abad Colorado. Fonte: https://www.prensa.com/mundo/lente-esperanza-jesus-abad-fotografia-colombia-periodismo_0_4586541323.html


Disputas pela terra acontecem pelo mundo todo. A luta pelo direito à manutenção da vida através da subsistência contra o agronegócio sempre existiu, mas se intensificou a partir da Revolução Verde, que inicialmente foi pensada para acabar com a fome no mundo, através de insumos e da introdução da tecnologia no meio rural, aumentando a produtividade e visando menores perdas na safra. Enquanto muitos produtores rurais, em grande parte agricultores familiares, utilizam a terra para sobreviver com suas produções, os latifundiários almejam uma produção intensiva e extensiva da terra, com lucros exorbitantes e condições de trabalho exploratórias.


Nesse cenário de luta pela posse da terra, na década de 1960, as forças militares colombianas passam a agir contra a população rural, em defesa dos interesses dos donos de terra. Assim, surgem as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), uma guerrilha fundada por campesinos, de orientação marxista-leninista e anti-imperialista, que através da luta armada combate grandes empresários e políticos colombianos.


#PraCegoVer [FOTOGRAFIA]: Foto em preto e branco, do fotógrafo Jesús Abad Colorado, intitulada Matrimonio de Beatriz y Oscar Granada. Na foto temos uma mulher vestida de branco com um véu longo entrando em uma igreja, ao lado da entrada tem uma placa escrita em espanhol: La guerra, la perdemos todos ayudemos todos a construir un proceso de paz. (Na guerra, todos perdemos, vamos todos ajudar a construir um processo de paz” - tradução livre). Fonte: https://aldianews.com/es/articles/culture/las-fotografias-son-pulsaciones-del-alma-la-obra-de-jesus-abad-colorado/55706


O fotógrafo Jesús Abad Colorado, no filme Testemunha de um Conflito (El Testigo, 2018), nos conta a história dos Conflitos na Colômbia através de suas fotografias, revisitando sobreviventes de uma guerra que dura mais de 60 anos. A história de Jesús Abad, como a da maioria dos colombianos, também é marcada pela violência: teve parentes sequestrados e assassinados tanto pelas forças revolucionárias quanto pelo próprio Exército. A maioria das fotografias de Colorado são em preto em branco, em respeito à memória e à história das pessoas retratadas.


Uma das personagens de suas fotos que Colorado encontra durante o longa é a jovem Camila que, motivada pela vingança, se juntou às FARC após seu pai ser morto. Cami, que ainda criança se tornou guerrilheira, ao ser questionada se apoia o processo de pacificação do país, se mostra totalmente a favor.


Aos poucos as FARC foram perdendo o apoio popular devido a diversas mortes de civis, cerca de 180 mil mortos, resultado de atentados e confrontos com o exército colombiano. Após inúmeras tentativas de Acordos de Paz entre o Estado e as FARC, que passou a se chamar Força Alternativa Revolucionária do Comum, em 2016 foi firmado o fim do confronto.


O Acordo conta com diversas obrigações de ambas partes e o então presidente Juan Manuel Santos ganhou um Nobel da Paz pela iniciativa, porém o governo não cumpriu parte de suas promessas, levando à morte de muitos ex-guerrilheiros. Com isso, parte das FARC voltaram à luta armada.



A esse tenso cenário se acrescenta mais um conflito, que estourou durante a pandemia de COVID-19 e revela um movimento de um governo que não sabe dialogar com seu povo. Após uma tentativa de reforma tributária que visava diminuir os impactos econômicos do fechamento do comércio e a manutenção dos privilégios das classes altas, uma série de protestos estourou por toda Colômbia. O Presidente Ivan Duque voltou atrás com a proposta, mas devido à repressão extremamente violenta que fez dezenas de vítimas, as manifestações continuam, revelando que a insatisfação popular vai além desse problema. Assim, o povo, apesar do risco de contrair COVID-19, têm ido às ruas reivindicar seus direitos e, mesmo após anos de luta, segue sem previsão de paz.


Gabriela Bucalo

Estudante de Geografia e bolsista CineGRI


#ConflitosnaColombia #FARC #JesúsAbadColorado #AméricaLatina



Referências bibliográficas:


ANGEL,Flor Mizrachi. El lente de la esperanza de Jesús Abad. Disponível em: <https://www.prensa.com/mundo/lente-esperanza-jesus-abad-fotografia-colombia-periodismo_0_4586541323.html> Acesso em:12 de junho de 2021.


BBC. Who are the Farc? Disponível em: <https://www.bbc.com/news/world-latin-america-36605769> Acesso em:12 de junho de 2021.


CHAGAS, Rodrigo. Por que parte das Farc decidiu voltar à luta armada apesar de acordo de paz? Disponível em: <https://www.brasildefato.com.br/2019/09/08/por-que-parte-das-farc-decidiu-voltar-a-luta-armada-apesar-de-acordo-de-paz> Acesso em:12 de junho de 2021.


LUÍSA, Maria. As FARC e o governo colombiano: entre a guerra e a paz. Disponível em:<https://www.politize.com.br/farc-entre-a-guerra-e-a-paz/> Acesso em: 12 de junho de 2021.


QUESADA, Juan Diego. Um mês de protestos e mais de 50 mortos. A que se deve o mal-estar na Colômbia? Disponível em: <https://brasil.elpais.com/internacional/2021-05-29/um-mes-de-protestos-e-mais-de-50-mortos-a-que-se-deve-o-mal-estar-na-colombia.html?event_log=oklogin&prod=REGCRARTBR&o=cerrbr&event_log=oklogin&o=cerrbr&prod=REGCRARTBR> Acesso em: 16 de junho de 2021.


31 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo