Quem somos?

O CineGRI - Cinema, Geopolítica e Relações Internacionais é um projeto de cultura e extensão universitária vinculado ao Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais da Universidade de São Paulo (NUPRI-USP). Nossa proposta é promover os debates acadêmicos relacionados à Geopolítica e às Relações internacionais, por meio do Cinema, para além dos muros da universidade. Esta é a nossa maior motivação: afetar a comunidade externa à USP procurando sensibilizar, debater e transformar de forma efetiva a realidade que acessamos por meio da nossa atuação. 

O que fazemos

Tendo o cinema como ferramenta, já trabalhamos com diversos eixos de atuação. A seguir descreveremos brevemente cada uma:

  • Cineclubes: Os cineclubes são nossa marca e carro chefe desde nossa fundação. Tratam-se de encontros onde exibimos filmes provocadores seguidos de debates. Convidamos especialistas e/ou cineastas de diferentes focos temáticos para iniciar a conversa e enriquecer a experiência, cujo ponto mais importante é a troca entre os participantes. Começamos com o formato presencial, mas a partir de 2020 iniciamos a versão online, com os webcineclubes.

  • Blog e Acervo: O blog é um espaço de debate promovido por bolsistas e colaboradores sobre assuntos atuais que cruzam a geopolítica e relações internacionais, tendo o cinema como porta de acesso a tais temas. As produções são inseridas em seis blocos que se alternam ao longo dos ciclos: poder, segurança, desigualdades espaciais, direitos humanos, identidade e cotidiano. O acervo, por sua vez, reúne os artigos de 2015 a 2018, republicados em boletins divididos pelos seis blocos que acompanham o blog.

  • CINEstesia: É uma revista estudantil que busca democratizar a divulgação e produção acadêmica de graduandos e graduados e tem como pilares o cinema, a geopolítica e a interdisciplinaridade. Nasceu em 2017 como um eixo do CineGRI e em 2020 está lançando sua edição piloto, com o tema “Cinema Latino-americano e o Subdesenvolvimento”.

  • CineGRIcast: É um podcast que debate temas da geopolítica e relações internacionais através do cinema, com a presença de convidados diversos. Desde o primeiro episódio discutimos assuntos importantes para sociedade como autoritarismo, segurança pública, desigualdade social e consequências sócio-políticas da pandemia, e queremos explorar ainda mais.

  • TV CineGRI: Estendendo o projeto para o meio digital, o TV CineGRI nasce como um veículo para comunicar temas importantes da geopolítica e relações internacionais com plano de fundo filmes mainstream. Por meio de vídeos dinâmicos e com uma linguagem que atinja os jovens que acessam o YouTube e o IGTV do Instagram. 

  • Oficinas: O CineGRI já desenvolveu oficinas de cineclubes em escolas públicas da cidade de São Paulo a fim de fomentar habilidades como autonomia, liderança e criatividade nos estudantes através do processo de criação de um cineclube da escola. Compartilhamos nossa experiência com professores e jovens que aprenderam a usar o cinema como uma forma de dialogar e debater diversos temas de relevância internacional no ambiente escolar.

  • Minicurso online: O minicurso “Cinema e geopolítica latino-americana” foi ministrado por cinco professores de diferentes disciplinas e instituições, visando fomentar uma abordagem não-tradicional da geopolítica latino-americana. Por meio de diversas produções cinematográficas, nossos professores abordam de forma crítica os problemas políticos, econômicos e sociais enfrentados pela América Latina, bem como as ameaças à segurança e à estabilidade da região.

Todos os eixos do projeto são importantes e servem ao mesmo propósito de democratizar o debate acadêmico sobre geopolítica e RI por meio da arte cinematográfica. Aqueles que trabalham para executá-los aprendem constantemente com as trocas possibilitadas por cada atividade, comprovando a importância da extensão universitária para a formação estudantil. 

nossa história

Tudo começou em setembro de 2015, a partir de um incômodo gerado pela ausência de um diálogo entre a universidade e a comunidade extra-acadêmica sobre temas de geopolítica e relações internacionais. Éramos apenas três estudantes - de geografia, história e RI - apaixonadas por cinema e interessadas em aprofundar o debate público sobre política internacional por meio da linguagem audiovisual.

Os primeiros cineclubes eram organizados exclusivamente na USP e, junto com o blog do CineGRI, constituíam nossa principal ferramenta para difundir o debate que desejávamos aprofundar. Assim, a cada mês com uma nova temática, podíamos desenvolver e promover reflexões diferentes. 

Em 2016, a família CineGRI começou a crescer com a vinda de voluntários de outros cursos da USP - como Gestão de Políticas Públicas, Cinema, Letras, etc - para contribuir com o blog. 

No ano seguinte, em 2017, foi quando decidimos ampliar nosso quadro de bolsistas, visando possibilitar novos olhares e parcerias, além da extensão do nosso escopo de atuação.

 

Equipe

De lá pra cá passamos pela “casa de tudo” Mora Mundo, nossa primeira parceria externa, pelo CEU Meninos e ETEC Itaquera II, e começamos a promover cineclubes itinerantes com diferentes instituições vinculadas à cultura, oficinas de cineclubes, além do desenvolvimento do nosso primeiro minicurso e da revista estudantil CINEstesia.

Em 2019 batemos um recorde importante em termos de número de pessoas trabalhando como bolsistas. Pudemos ampliar significativa o alcance e a diversidade de nossa atuação, abrindo uma seara belíssima e fundamental de produção de conteúdo audiovisual, por meio do nosso podcast, o CineGRIcast, e do TV CineGRI, nosso canal audiovisual.

COORDENAÇÃO GERAL

Prof. Dr. Rafael Duarte Villa

Professor Associado do DCP-USP, possui graduação em Ciência Política pela Universidad de los Andes (Venezuela-1988), mestrado em Ciência Política (1992), doutorado em Ciência Política (1997) e livre docência (2007) pela USP. Tem Pós-doutorado pela Columbia University (EUA-2008). Como professor, atua no DCP-USP  e no Instituto de Relacões Internacionais (IRI-USP). É Coordenador Acadêmico do Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais (NUPRI-USP).

CONSELHO CONSULTIVO

Larissa Santos

 

 

Geografia.
Fundadora e idealizadora do CineGRI. Adoro filmes com finais surpreendentes e viagem no tempo. Seja através de uma máquina, seja por uma boa fotografia. Afinal, a máquina do tempo chamada cinema pode nos levar facilmente a outros espaços-tempos.

 Rayssa mendes

Ciências Sociais.

Apaixonada por política, pela psiquê humana e por seus jogos de poder, gosto de assistir qualquer (boa) produção relacionada a esses temas. Ficções científicas bem construídas, com distopias e viagens no tempo, também me embriagam.

  • kisspng-university-of-campinas-science-b
  • email-icon-23
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook
  • Twitter
  • email-icon-23
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Grey Instagram Ícone

COORDENAÇÃO de projetos

 Alice Araújo

 

 

Ciências Sociais, ariana (do bem). Buscando jeitos de entender a vida... Como ainda não entendi, sigo procurando sentido em todo lugar, especialmente no cinema. As histórias mostradas nos filmes são sempre um caminho para aprender sobre nós e sobre o mundo onde vivemos. Das emoções à geopolítica, sigo buscando.

  • email-icon-23
  • Grey Instagram Ícone

Rebeca Santos

 

 

Direito. 

Gosto de filmes e documentários de todos os gêneros, mas que despertem uma crítica reflexiva em mim sobre questões nem sempre tão evidentes. Confesso amar, particularmente, obras de suspense, apocalípticas e comédias românticas hollywoodianas."

  • email-icon-23
  • Grey Instagram Ícone

Cinegrers 2020-2021

 Cineclubes 

Gabriela Bucalo

 

 

Geografia. Apaixonada pela educação popular e cinema. Na correria do dia-a-dia sempre arranjo um tempo para assistir alguma coisa. Assisto todo tipo de filme, mas amo os de humor duvidoso.

Mariana Ramos

Sou graduanda de Ciências Sociais e amo filmes de época, de divórcios (sim, isso mesmo), fantásticos e, principalmente, distópicos. O cinema é pra mim uma válvula de escape, sempre que estou triste, são os filmes e as séries que me distraem e, concomitantemente, me conscientizam que minha realidade é apenas isso, minha e que neste exato momento, milhões de outras pessoas estão vivenciando algo completamente diferente, seja de posições mais ou menos privilegiadas.

Pamela Nogueira

 

Graduanda em letras. Adoro a maneira que a arte desliza pelos sentidos e aguça nossa imaginação. As produções cinematográficas sempre me deram brilho nos olhos, por isso acredito no cinema como uma fonte de transformação.

  • Grey Instagram Ícone
  • letterboxd-mac-icon
  • Grey Instagram Ícone

 produção audiovisual 

Júlia Buzzi

 

 

Internacionalista em formação e geminiana de nascença. Eu sempre amei o mundo dos filmes e a forma como ele une o possível ao impossível, retratando a realidade por meio da arte. Para mim, o cinema é isso: um lembrete para não ignorar os problemas reais, mas sempre continuar sonhando.

Yan Carvalho

 

 

Ciências Sociais Desde sempre fui apaixonado por todos os gêneros cinematográficos. Sejam as mais complexas ficções científicas, os suspenses mais sombrios ou até mesmo os romances e dramas que tratam das emoções humanas com simplicidade. Acredito no poder de transformação que o cinema tem como arte.

  • LinkedIn - círculo cinza
  • Grey Instagram Ícone
  • email-icon-23
  • LinkedIn - círculo cinza
  • Facebook
  • Grey Instagram Ícone

 produção escrita

 

Amanda Escobar

Sou graduanda em História e fui a criança que alugou mais de dez vezes o filme Dinossauro da Disney em vhs. Formei em comunicação social-jornalismo e sou apaixonada pelas produções cinematográficas. Acredito na potencialidade do cinema como uma das ferramentas de aprendizado.

Julia Salazar

 

Graduanda em Letras e latino-americana, acredito no papel da arte na construção do indivíduo e da sociedade. Sou apaixonada por conhecer, ler, ouvir e assistir histórias - algo que herdei do meu pai. Mas, mais do que isso, me atrai a função de denúncia que muitas dessas narrativas contém e como elas representam o mundo em que estamos inseridos. .

Marcela Sayuri

 

 

Curso letras e sou apaixonada pela possibilidade que a arte permite em discutir e analisar história e sociopolítica. Tudo o que fazemos é político e com cinema não poderia ser diferente.

  • Grey Instagram Ícone
  • email-icon-23
 

PArcerias

O CineGRI visa promover cineclubes itinerantes e para isso conta com parcerias com casas de cultura e espaços organizados para promover o debate em diferentes bairros da nossa cidade. Nossa proposta é fomentar discussões sobre temas relacionados à Geopolítica e às Relações Internacionais para além da universidade. Fazemos isso através do fomento à cultura cineclubista, já que o cinema é uma poderosa ferramente diálogo educativo inclusivo. 

 

PORTFÓLIOS

em breve!

 

apoiadores

O CineGRI, coordenado pelo Prof. Dr. Rafael Duarte Villa, é um projeto de Cultura e Extensão da Universidade de São Paulo composto por estudantes de diversos cursos desta. Desde 2015, o projeto é reconhecido pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária - PRCEU, órgão que desenvolve as políticas culturais e de extensão da Universidade de São Paulo. Além disso, é atualmente contemplado por bolsas estudantis que são concedidas aos seus membros a cada ciclo, por meio do Programa Unificado de Bolsas de Estudos da Pró-Reitoria de Graduação da USP (PRG-USP). O CineGRI, desde sua origem, recebe o apoio da equipe do Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais - NUPRI-USP, que oferece suas dependências e contribui amplamente para as atividades que são desenvolvidas ao longo dos ciclos. Em 2020, foi contemplado financeiramente pelo 5º Edital Santander/USP/FUSP de Fomento às Iniciativas de Cultura e Extensão, que buscou selecionar projetos de difusão de conhecimentos ou de iniciativas culturais com ações voltadas para a interação com a sociedade de modo geral.

eNDEREÇO

Rua do Anfiteatro, 181 -  Colmeias, Favo 7 

Universidade de São Paulo

Butantã, São Paulo/SP

​CEP: 05508-060

aPOIADORES

logo nupri.png

Nos siga nas nossas redes sociais!

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Spotify - Círculo Branco
  • SoundCloud - Círculo Branco

Design por Mateus Ruivo